A ESCOLA

Ritmo Latino, uma referência em Coimbra

Dezembro de 2011
Dezembro de 2011

Galeria Bar Santa Clara, coimbra

press to zoom
Abril de 2012
Abril de 2012

Manga Club, Coimbra

press to zoom
Helena e Luís Carvalho, 2009
Helena e Luís Carvalho, 2009

press to zoom
Dezembro de 2011
Dezembro de 2011

Galeria Bar Santa Clara, coimbra

press to zoom
1/33

Os nossos alunos já antigos apreciam particularmente o rigor do nosso ensino e o clima descontraído que criamos nas aulas.

A Escola de Danças RITMO LATINO é desde setembro de 2002 uma referência no ensino das danças afro-latino-americanas em Coimbra.
Com base na experiência do nosso mentor, o professor Jonas Ribeiro - que efectuou desde 1992 um vasto e diversificado percurso de formação e desenvolveu este projecto por caminhos que os mais optimistas não imaginavam -, especializámo-nos no ensino das danças afro-latino-americanas.

 

 

APRENDER A DANÇAR

o

Aprender a dançar é um objetivo de muitos mas não basta sonhar: é preciso dedicação a uma causa para atingi-la.

o

Dois ou três meses de frequência regular de aulas de danças e festas - onde poderá praticar o que aprendeu e conviver com outras pessoas - podem ser suficientes para começar a dançar com prazer. Mas não para dançar bem. Se interromper a frequência de aulas o domínio das competências baixa drasticamente, mais depressa do que demorou a desenvolver-se.

o

Se o seu objectivo é sentir que dança bem, aguarde de seis meses a um ano.

o

Se quiser ser dançarino ou dançarina, então precisa de manter a mesma regularidade durante vários anos.

o
Seja qual for a sua intenção, dançar tonifica os músculos e as articulações, fortalece o sistema cardio-respiratório, desenvolve a auto-estima e o equilíbrio emocional e promove o relacionamento social dos praticantes.

o

A continuidade é fundamental. Lembre-se que os hábitos saudáveis só têm real impacto na saúde se se mantiverem durante largos períodos da nossa vida.

O

METODOLOGIA DE ENSINO

o

Dispomos de uma metodologia pedagógica e didáctica adequada a uma aprendizagem progressiva, destinada a permitir a qualquer um a aquisição de competências mínimas de dança social e, aos que quiserem aperfeiçoar aquilo que já sabem, a evolução para melhores níveis de desempenho.

O

ASPETOS ESSENCIAIS
o

Currículo estruturado em sete níveis de aprendizagem e concebido para uma duração de dois a quatro anos.
Integração em grupos tendencialmente uniformes.
Aulas semanais com a duração de 1,30 horas.
Possibilidade de o aluno aumentar a carga semanal de prática, frequentando outras turmas do mesmo nível ou nível inferior sempre que tal se enquadre nas suas necessidades e nas realidades dessas turmas.
Apoio individualizado.
Turmas com número máximo de 20/25 alunos.
Não é necessário ter par fixo.
Vestuário e calçado informais e práticos.

 

ONDE ESTIVEMOS em AULAS REGULARES, WORKSHOPS ou ANIMAÇÕES

o

PORTUGAL

o

COIMBRA: ACM (Associação Cristã da Mocidade), Clube União de Coimbra, Via Latina (Discoteca), GimnoBeiras (Taveiro), Holmes Place (Estádio Cidade de Coimbra), Ar de Rato (Ex-Scotch, Discoteca), Casa do Povo de S. Martinho do Bispo, Casa do Pessoal do CHC (Centro Hospitalar de Coimbra), Parque Verde do Mondego, Pop Fresh (Bar), Duplex (Bar), Centro Cultural Dom Dinis, Born to Dance (Auditório dos HUC), vários jardins da cidade...

CASTANHEIRA DE PÊRA: Câmara Municipal​

CURIA: Curigim

FIGUEIRA DA FOZ: Casino da Figueira, Três Chaminés-Symposium de Dança de Portugal de Salsa, Kizomba e Bachata

GOUVEIA: Escola Profissional​

LEIRIA: MaxiGym

LOUSÃ: Académico das Gândaras, Rugby Club

ÉVORA: Associação Pé de Chumbo

MEALHADA: Associação do Carnaval da Bairrada (Juventude Paquetá) e Câmara Municipal

MIRANDA DO CORVO: Associação do Montoiro e Câmara Municipal

MORTÁGUA: Ginásio das Piscinas

PENACOVA: Casa do Povo

POMBAL: Academia Desportiva, Café Concerto, DanSpirit Academia de Dança

VIANA DO CASTELO: Eventos Caffe

VILA NOVA DE POIARES: Bowling Bar

O

 

ESPANHA

 

CARTAGENA El Portus.SPA

MÁLAGA Atrevete - Málaga Salsa (Ariel Murillo), Barrio Salsero (Jesus e Irena), Bukaro's Bar-Fadi Hamdam y Stylo Latino Adrian y Anita Escuela de Baile, One Bar (Rober Gomez)

O PROFESSOR

Jonas Ribeiro, 18 anos no ensino das danças afrolatinas
Casino da Figueira, 2005-6
Casino da Figueira, 2005-6

«Tardes Latinas», animação de Jonas Ribeiro com Dayamira Garces e outras bailarinas cubanas

press to zoom
RLfoto1.jpg
RLfoto1.jpg

press to zoom
Viana do Castelo, 2012
Viana do Castelo, 2012

press to zoom
Casino da Figueira, 2005-6
Casino da Figueira, 2005-6

«Tardes Latinas», animação de Jonas Ribeiro com Dayamira Garces e outras bailarinas cubanas

press to zoom
1/13

​As suas aulas refletem bem a profissão que exerce: professor e formador de professores, domina a didáctica da dança de modo a tornar simples o difícil e motivar os alunos para uma evolução sempre crescente. A clareza e o rigor das suas instruções convivem bem com o clima descontraído que caracteriza as suas aulas.

​As bases da sua formação integram as danças de salão e as danças populares afro-latino-americanas.

Frequentou aulas em vários locais e instituições de Cuba. Esteve presente em dezenas de congressos mundiais de salsa onde contactou com professores representativos dos mais variados estilos de danças latinas, com destaque para a salsa. É evidente a influência de Cuba no seu estilo quando dança songo, timba, casino (salsa cubana) ou chachachá.

Mas gosta de interpretar a música que soa e dançar com a suavidade da salsa novaiorquina, a espectacularidade da salsa de Los Angeles e o virtuosismo da salsa de Porto Rico. Dança kizomba com o corpo de um africano e a alma de um cubano - o espírito, esse, é o de um salseiro do mundo.

 

No entanto, Jonas não se considera um bailarino, mas um professor de dança. Enquanto professor e formador de professores, a sua experiência pedagógica permite-lhe, mais do que saber dançar para impressionar, saber compreender as dificuldades dos alunos e trabalhar com eles para as superar. 

Com experiência no ensino das danças afrolatinoamericanas desde setembro de 2002, desenvolveu métodos originais e um currículo estruturado para permitir a todos a aprendizagem das bases das principais danças. 

Os passos, as figuras e as combinações que ensina percorrem o espectro amplo das danças afro-latino-americanas.

ENTREVISTA à WOU, em julho de 2021

A WOU convidou-me para uma conversa sobre danças afrolatinas. Aqui se fala de como esta atividade nasceu em Coimbra. Das motivações de cada um e da maneira como a dança melhora a vida de casais, namorados e amigos. A dança empodera-nos, limpa-nos a alma e permite-nos encontrar o melhor de nós próprios. No entanto, para saber dançar é preciso frequentar aulas de dança. Sem competências atrapalhamos o nosso par, mas dançando bem temos quem faça fila por nós. Não existem pés de chumbo. A genialidade consiste em aprender humildemente e dedicar um certo esforço à atividade.

Logotipo Ritmo Latino - não usar outro
Banner a utilizar (não usar outro)